CAMPANHA: #DEZEMBRO LARANJA# - #DEZEMBRO VERMELHO#

#DEZEMBRO LARANJA#: “Se exponha, mas não se queime!”.

#DEZEMBRO VERMELHO#: “A Prevenção é um ato de Amor. Cuide-se!”.

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) deu início, em 2014, ao movimento de combate ao câncer da pele batizado “Dezembro Laranja”. A intenção é estimular a população na prevenção e no diagnóstico ao câncer da pele. Desde então, sempre no último mês do ano, a entidade realiza ações para lembrar como evitar o câncer mais comum no país.

As ações incluem iluminação de monumentos, iniciativas de conscientização em praias e parques com distribuição de filtro solar, entre outras. Todo ano o tema da campanha é renovado para atrair um maior número de pessoas nessa luta de conscientização. O câncer da pele é o tipo da doença mais incidente no Brasil, com 176 mil novos casos ao ano.

Em 2018, o tema da Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer da Pele é: “Se exponha mas, não se queime!”. A ação ganha destaque com o movimento “Dezembro Laranja”, que informa a população sobre as formas de prevenção com a adoção de uma série de medidas foto protetoras e a procurar um médico especializado para diagnóstico e tratamento.

Dezembro também é um mês de conscientização da população sobre a prevenção à Aids considerando que, infelizmente, muitas pessoas continuam não utilizando o preservativo nas relações sexuais. Pesquisas apontam que 50% da população não usa camisinha nas relações ocasionais, o que é muito preocupante.

O tema da Campanha para o Dezembro Vermelho de 2018 é: “A Prevenção é um Ato de Amor. Cuide-se!”.

O “Dezembro Vermelho” surgiu em 1987, quando a Assembleia Mundial da Saúde e a Organização das Nações Unidas (ONU) definiram que o dia 01 de dezembro é o Dia Internacional da Luta Contra a AIDS.

Se você não se lembrar dessa data, provavelmente vai lembrar dessa campanha de conscientização através do símbolo de uma fita vermelha cruzada. A mesma fita que utilizamos como símbolo da luta contra o câncer, mas de outra cor. Vermelho é a cor do sangue e da paixão pela vida, o que também remete à forma como a AIDS é transmitida: pelo sangue.